20/04/2011

Principais Prêmios

- Cannes 2000 (Leão de Ouro): “A Semana”, Revista Época, W/Brasil
– Cannes 2001 (Leão de Prata): “Beethoven, Tubarão, New York New York”, fnac, W/Brasil
– Cannes 2005 (Leão de Ouro): “Azarado“, Kleenex, JWT
– Cannes 2006 (Leão de Bronze): “Copo”, Schincariol, LewLara

-Cannes 2012 (2 Leões de Bronze, em Film e Craft): “Is the New”, Follow, DM9DDB

– Clio 2001 (Ouro e Grand Clio): “A Semana”, Revisa Época, W/Brasil
– Clio 2002 (Ouro): “Beethoven, Tubarão, New York New York”, fnac
– Clio 2006 (Ouro): “Azarado“, Kleenex, JWT

– Gunn Report 2002 (Prata): “Beethoven, Tubarão, New York New York”, fnac
– Andy Awards 2002: “Beethoven, Tubarão, New York New York”, fnac
– Cannes New Directors Saatchi & Saatchi 2003: Jarbas Agnelli
– Festival de NY 2006 (Ouro): “Azarado“, Kleenex, JWT

-Festival de NY 2012 (ouro): “Mulher de Fases”, HBO
– Sino de Prata Festival Espinho 2005: “Favela“, Akatu, Leo Burnett

– El Ojo de Ibero America 2004 (Ouro): “Favela“, Akatu, Leo Burnett
– El Ojo de Ibero America 2005 (Prata): “Azarado“, Kleenex, JWT
– El Ojo de Ibero America 2005 por país (Ouro): “Azarado“, Kleenex, JWT
– El Ojo de Ibero America 2005 (Ouro): “Números“, Nokia, LewLara

– Profissionais do Ano 2003: “Beethoven, Tubarão, New York New York”, fnac, W/Brasil
– Profissionais do Ano 2004 (Grad Prix): “Minuto”, VISA, Leo Burnett
– Profissionais do Ano 2007: “Abobora“, Suco Mais, NBS

– 28º Anuário de Criação 2003: “SIm, Não”, Skol, F/Nazca
– 28º Anuário de Criação 2003 (Ouro): “Beethoven, Tubarão, New York New York”, fnac, W/Brasil
– 29º Anuário de Criação 2004: “Minuto”, VISA, Leo Burnett
– 30º Anuário de Criação 2005 (Prata): “Números“, Nokia, LewLara
– 30º Anuário de Criação 2005: “Copo“, Schincariol, Lew Lara
– 33º Anuário de Criação 2009 (Ouro): “A música nos conecta“, Nokia, LewLara
– 33º Anuário de Criação 2009: “Playlist SAP”, Nokia, LewLara
– 33º Anuário de Criação 2009: “Playlist PIP”, Nokia, LewLara
– 33º Anuário de Criação 2009 (Bronze): “Inspiração“, Itaú, DPZ

– Lâmpada de Ouro ABP 2000: “A Semana”, Revisa Época, W/Brasil
– Lâmpada de Ouro ABP 2003: “SIm, Não”, Skol, F/Nazca
– Lâmpada de Ouro ABP 2004: “Minuto”, VISA, Leo Burnett
– Lâmpada de Ouro ABP 2004: “Real Life“, Coca-Cola, JWT
– Lâmpada de Prata ABP 2004: “Números”, Nokia, LewLara
– Produtora do Ano ABP 2004: AD Studio
– Lâmpada de Ouro ABP 2005: “Contágio”, Skol, F/Nazca
– Lâmpada de Prata ABP 2005: “Imagine”, Submarino, JWT
– Lâmpada de Prata ABP 2005: “Azarado“, Kleenex, JWT
– Lâmpada de Prata ABP 2005: “Copo“, Schincariol, LewLara
– Lâmpada de Prata ABP 2008 “Gambiarra“, mam, DPZ

– Voto Popular About 2004 – (Grand Prix): “Lua 2“, Topper, LewLara
– Voto Popular About 2009 (Ouro): “Verdades“, Senac, DPZ
– 4º Prêmio M&M/Folha (Top 10): “Favela“, Akatu, Leo Burnett
– 4º Prêmio M&M/Folha (Bronze): “Números“, Nokia, LewLara
– Prêmio FIAP 2004 (Prata): “Números“, Nokia, LewLara
– 38º Prêmio Colunistas 2005 (Ouro): “Who let the dog’s out?“, VW, Almap

– MTV VMB 2000 (Melhor Direção de Arte): Clipe “Made in Japan”, Pato Fu
– MTV VMB 2001 (Melhor Direção de Arte): Clipe “Get Down”, AD
– MTV VMB 2002 (Melhor Direção e Melhor Direção de Arte): Clipe “Instinto Coletivo”, O Rappa
– MTV VMB 2005 (Melhor Direção de Arte): Clipe “Anormal”, Pato Fu

– CCSP Melhores do Mercado 2007 – Melhor Diretor de Computação Gráfica: Jarbas Agnelli
– M&M Melhores Diretores do País 2011 – Melhor Diretor de Efeitos Especiais: Jarbas Agnelli

– Top 25 YouTube Play Guggenheim 2010: “Birds on the Wires

Tags: Tags:, , , , ,
| Topo

19/04/2011

Bem vindos

Bem vindos ao novo site do AD Studio. Apesar de ainda não estar completo, colocamos a disposição os últimos trabalhos, os trabalhos mais premiados e alguns video clipes e curtas. Em breve teremos toda a produção de quase uma década do AD Studio, catalogada por um sistema de TAGs para fácil localização. Nesses 9 anos oficiais (mais um par de anos trabalhando em casa com a turma que viria a ser o AD Studio hoje), produzimos por volta de 300 comerciais, clipes, curtas, vinhetas. Impressiona olhar pra trás e ver a consistência do trabalho, a qualidade técnica adquirida ano após ano. Tivemos sorte de conquistar no mercado essa aura de ecletismo, de experimentadores. O que nos levou a receber jobs interessantes, desafiadores, nesses anos todos. Raramente filmes chatos. Mais raramente ainda filmes que resolvêssemos num estalar de dedos. Na vasta maioria das vezes, encrenca. Do jeito que a gente gosta. Desafios que nos fazem pesquisar, aprender, crescer. O AD Studio continua sendo uma pequena produtora (somos 25 pessoas) com um espírito mais para o artesanato do que para a fábrica. Porque nos preocupamos e nos envolvemos em cada detalhe da produção. Da idéia à finalização. Do ajuste de cores à trilha sonora.

O novo site está mais limpo, mais simples. Os filmes e as trilhas são as estrelas. Em breve teremos uma série de Making Ofs na área de blogs, com histórias de nossas produções. As filmagens, as produções digitais, as logísticas, as soluções encontradas. Queremos compartilhar dicas e truques, mostrar os caminhos percorridos para quem está entrando na estrada agora. E para quem é apenas curioso também. Estreamos com um post sobre uma produção para Brastemp, “Pintando” para a agência DM9DDB. Muitos outros virão por aí.

Siga-nos no Twitter e no Facebook para receber atualizações. Seja bem vindo e sinta-se em casa.

Jarbas Agnelli

Tags:
| Topo